mão no volante

Carros com direção elétrica ou hidráulica: qual compensa mais?

Fazer força para girar o volante do automóvel é coisa do passado. Atualmente, muitas montadoras já lançam carros com direção elétrica ou hidráulica diretamente de fábrica, facilitando a vida de motoristas ao diminuir em até 80% o esforço para manobrar as rodas dianteiras do veículo.

Mas, afinal, qual é a diferença entre direção elétrica e hidráulica? E qual delas é mais vantajosa, exigindo menos manutenção? Para saber as respostas a essas perguntas, continue lendo o post que preparamos para você!

Diferenças entre carros com direção elétrica e hidráulica

 

O sistema de direção hidráulica é o mais popular entre os dois, tendo em vista que é mais antigo e ainda é o mais utilizado no Brasil. Ele funciona a partir de uma bomba hidráulica que faz circular o óleo dentro da caixa de direção, lubrificando o sistema e exercendo uma pressão capaz de aliviar o esforço para manobrar as rodas do veículo.

Como essa bomba é impulsionada pelo motor, ela exige que o carro esteja ligado para funcionar. Com isso, uma parte da potência é perdida, pois fica direcionada ao funcionamento da direção hidráulica.

 

carros com direção elétrica hidráulica

 

Já a direção elétrica utiliza apenas um motor fixado na caixa de direção, responsável por auxiliar o movimento do volante. Quando o carro é ligado, a bateria envia um sinal elétrico a esse motor, que funcionará no lugar da bomba.

Existe, por fim, a direção eletro-hidráulica, que mais se assemelha ao primeiro sistema do que o segundo. Nela, o volante fica mais leve graças a um óleo que circula impulsionado por uma bomba. Porém, ao contrário da direção puramente hidráulica, aqui a bomba é acionada por um sistema elétrico e não pelo motor do carro, evitando, assim, a perda de potência.

Vantagens e desvantagens de cada sistema

 

Para definir qual dos dois sistemas de direção é mais vantajoso, precisamos analisar alguns elementos específicos de cada. Podemos adiantar que, em relação ao conforto dos condutores, não existe praticamente nenhuma diferença, já que ambos aliviam o “peso” do volante quase na mesma proporção. Resta, então, observar os seguintes aspectos:

Manutenção

Nesse quesito, os carros com direção elétrica são mais vantajosos, pois o seu sistema é muito mais simplificado. Caso o motor elétrico pare de funcionar, você poderá continuar dirigindo normalmente, porém com o volante mais duro.

Já a direção hidráulica exige constante manutenção das mangueiras, checagem do reservatório e substituição do óleo a cada 50 mil quilômetros rodados em média. Isso sem contar outros itens que precisam ser trocados em decorrência desse sistema, como as correias do motor que acionam a bomba hidráulica.

Custos

Apesar de exigir menos manutenção, a direção elétrica apresenta custo muito mais elevado do que a hidráulica. Dessa forma, caso haja algum defeito no motor responsável por seu funcionamento, seu conserto sairá muito mais caro do que os valores de manutenção da direção hidráulica.

Além disso, carros equipados com direção elétrica também costumam ser mais caros, pois esse é um sistema instalado à parte, ao contrário da direção hidráulica, que já vem instalada diretamente de fábrica na maioria dos casos.

Impactos no veículo

Como o sistema de direção hidráulica depende do motor para funcionar, ele acaba gerando uma perda de potência no veículo, o que pode ser bastante desvantajoso para carros menos potentes. Além disso, a direção hidráulica pode causar impacto — ainda que pequeno — no consumo de combustível.

Já a direção elétrica não tem nenhuma dessas desvantagens, tendo em vista que seu sistema funciona por meio de um motor separado, não influenciando em nada o consumo ou a potência do veículo.

Em ambos os casos, percebe-se que existem prós e contras específicos. Apesar de os carros com direção elétrica aparentarem ser mais vantajosos, há quem prefira o sistema hidráulico, pois ele gera uma sensação de maior controle aos motoristas. De qualquer forma, os carros mais populares, como Ford Ka ou Fiat Palio, costumam vir com um desses sistemas diretamente de fábrica a um preço bem acessível. A escolha final é sua!

Gostou deste post? Então, assine a nossa newsletter e receba todas as novidades do blog diretamente por e-mail!

Facebook Comments
Surf Music, Folk e Rock estão sempre rolando no meu headphone. Curto livros tanto quanto conhecer novas pessoas e aprender com suas particularidades. Meus finais de semana costumam ter bares e reflexões no papel. E se rolar algum programa com natureza ou em alguma cidade histórica, me chama que tô dentro.
Share This